Home / Estado Islâmico - EI (ISIS) / O Estado Islâmico (ISIS) aceita garantia de fidelidade do grupo terrorista nigeriano Boko Haram

O Estado Islâmico (ISIS) aceita garantia de fidelidade do grupo terrorista nigeriano Boko Haram

A mensagem de áudio intitulada “matar e ser morto” é liberada através de vastos canais de mídias sociais dos militantes que supostamente foi lido por um porta-voz da ISIS. Além de defender lealdade ao Boko Haram, o discurso também ameaça mais violência contra as comunidades cristãs e judaicas de acordo com a News Week.

O líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, anunciou em uma mensagem de áudio na semana passada que o grupo terrorista islâmico iria se aliar com ISIS. Jacob Zenn, especialista em terrorismo que vive na Nigéria, disse à CNN no sábado que a aliança faria sentido para ambos os grupos.
Shekau, assumiu pessoalmente o “crédito” do sequestro de 400 estudantes cristãs em que, pelo menos, 200 das quais nunca mais foram encontradas e que acreditam que tenham sido vendidas como escravas sexuais no mundo muçulmano.

estudantes-cristas-presas-pelo-boko-haram

O “Boko Haram terá legitimidade, o que ajudará no seu recrutamento, financiamento e em sua logística, a medida em que vai se expandindo”, disse Zenn. “Ele também irá receber a orientação do ISIS na guerra de mídia e propaganda. Anteriormente o Boko Haram era uma comunidade rejeitada no mundo jihadista. Agora é, talvez, a maior das filiais do ISIS.

“ISIS ganha mais legitimidade internacional como um califado global.”

Boko-Haram-Terroristas-ISIS

Comentários

Comentários

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado. * Campos Obrigatórios *

*